MARIA ESTER PENA CARVALHO
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Apresentação
Quem vê a Maria Ester mais de perto, consegue perceber a matéria lúdica da qual ela é feita. E é sonhando com um mundo poeticamente sustentável que esta socióloga tucuju (apelido dado aos nativos do Amapá) se dedica às suas histórias, com o mesmo carinho e dedicação com que cumpre sua missão de mãe, funcionária pública e eterna estudante.
Levanta a bandeira do mundo melhor a partir da literatura.
Atualmente presidente da Associação Amigos do Arquivo Público do Estado do Amapá (AARPAP), autora da obra "As aventuras do professor Pierre na terra tucuju", Ed. Off flip, 2013. Participa das antologias Faz de Conto II, Helvetia Editora;2017. As Melhores Obras Deste Século, Ed. Scortecci/Rebra;2017. O Protagonismo Feminino em Verso e Prosa, Ed. Scortecci/Rebra;2016. "Assim escrevem as brasileiras", Ed. Scortecci/REBRA 2014; "Poesia na boca do rio", Ed. Scortteci, 2015 e da “Ainsi écrivent lês brésiliennes”, Ed. Divine/REBRA, lançada em março de 2015 no Salón du Livre, Paris/FR.
Foi também premiada no I concurso poético do grupo Pena & Pergaminho, a escritora milita nos movimentos culturais e literários "Poesia na boca da noite" e no grupo poético "Pena & Pergaminho" e é filiada à Associação Amapaense de Escritores (APES) e a Rede de Escritoras Brasileiras (REBRA).