MARILINA BACCARAT DE ALMEIDA LEÃO
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Descendente de franceses, a escritora nasceu em São Paulo, Capital, onde viveu sua infância e juventude. Seu avô José Baccarat, foi delegado e prefeito de Santos (SP), na década de 1940. Formada em Música pelo conservatório estadual de São Paulo (USP). Foi professora de música clássica e canto erudito, com especialização em órgão pela Universidade Columbia-New York. É afiliada a REBRA-Rede de escritoras brasileiras e membro da ALG –academia de letras de Goiás. Recebeu, no dia 17 de Janeiro de 2015, o prêmio Luso Brasileiro, de poesias, na Ilha da Madeira-Portugal. É acadêmica imortal da academia de Ciências, Letras e Artes de Vitória-Es, tendo uma das cadeiras patronímicas em seu nome. É, também, acadêmica da ALAF – Academia de Letras de Fortaleza. No dia 28 de fevereiro de 2015, recebeu da Associação Internacional de Escritores, o prêmio de escritora destaque de 2014. É acadêmica na Academia de Letras, Música e Artes de Salvador –BA. Acadêmica fundadora da Academia Mineira de Belas Artes (MG).Recebeu no dia 23 de Janeiro de 2016, da Associação Internacional de Escritores, a medalha Luiz Vaz de Camões, por sua contribuição à cultura.No dia 27 de fevereiro de 2016, recebeu o prêmio de melhor cronista de 2015/2016 da prefeitura de Ouro Preto (MG). No dia 5 de março de 2016, recebeu da Academia de Letras de Fortaleza, a medalha Raquel de Queiroz, por sua contribuição à cultura. Recebeu, no dia 28 de Março, de 2016, na Maison Baccarat, em São Paulo, a comenda de acadêmica imortal da COMBLA- Confederação Brasileira de Letras e Artes- da mesma Confederação Brasileira de Letras e Artes, recebeu a comenda de “Comendadora”. Recebeu no dia 28 de Maio de 2016 em Goiânia, o troféu Cora Coralina da Academia de Letras de Goiás. No dia 25 de junho de 2016, foi empossada como acadêmica na Academia de Letras de Teófilo Otoni-MG. No Memorial de Curitiba, em 06 de agosto de 2016, das mãos do secretário de Cultura, recebeu o troféu “Melhores do Ano”, por sua ativa e valorosa contribuição à cultura lusófona. No dia 5 de agosto de 2016, recebeu a medalha Fernando Pessoa por sua dedicação e liberdade de expressão e de efetividade em benefício da sociedade lusófona. Ingressou no Nucreo de Artes e Letras de Lisboa em 21 de janeiro de 2017.No dia 23 de Maio de 2017, no Val De Loire, no castelo de Cheverny, recebeu a comenda conde de Cheverny na França - No dia 23 de Julho de 2017 em Florianópolis-Santa Catarina - recebeu o prêmio de melhor livro do ano de 2017 "É Mais Ou Menos Assim". Pertence à Academia de Letras de Valparaiso-Chile. E, no dia 27 de Setembro de 2017 recebeu da Academia do Chile em Valparaíso a comenda de Embaixadora Cultural. Reside em Londrina-PR, chamada de pequena Londres. Livros já lançados – Com o Coração Aberto – Pelos Caminhos do Viver – Colorindo a Vida – Escalando Montanhas – Atravessando Pontes – Alamedas do Coração – Em Busca dos Sonhos – Andanças Pela Vida – Viajando nas Lembranças - Vivas Emoções – Encantos Da Vida – A Beleza da Felicidade – Musicalidade Colorida – Pérolas Cultivadas - Sempre Amor É mais ou menos Assim - O Eu de Nós - Corre como um rio - Há um Sempre no Caminho... E na editora, já sendo diagramado, mais quatro livros: - Sempre fui apaixonada pela música. Sou musicista,fui professora de música classica e canto erudito, com especialização em órgão. Por longos anos cantei, toquei e encaminhei muitos no campo da musica. Agora dedilho as canções da alma, nas teclas do computador. Escrever, para mim,é a necessidade de transbordar a alma de sentimentos, que nos obrigam a repartir com todos esses sentimentos que vem da alma. Agora dedilho as canções da alma, nas teclas do computador, transformando-as em palavras escritas e não tocadas ou cantadas.  

"Bendito aquele que semeia livros, livros à mão cheia! E obriga o povo a pensar."
  (versos de Olavo Bilac)
http://www.rebra.org/escritora ptbr.php?id=1843