MARILINA BACCARAT DE ALMEIDA LEÃO
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Descendente de franceses, a escritora nasceu em São Paulo, Capital, onde viveu sua infância e juventude. Seu avô, José Baccarat, foi delegado e prefeito de Santos (SP), na década de 1940. Casada com José Almeida Leão, advogado do Banco do Brasil (aposentado) e professor no curso de direito da Universidade Estadual de Londrina... Foi professora de música clássica e canto erudito, com especialização em órgão, pela Universidade Columbia (New York)...É afiliada à REBRA-Rede de escritoras brasileiras... É acadêmica da ALG –Academia de letras de Goiás. Acadêmica imortal da Academia de Ciências Letras e Artes de Vitória –ES, tendo uma das cadeiras patronímicas em seu nome. É acadêmica na Academia de Letras, Música e Artes de Salvador –BA. Acadêmica fundadora da Academia Mineira de Belas Artes –MG, da qual recebeu uma cadeira patronímica em seu nome. É, também, acadêmica da ALAF – Academia de Letras de Fortaleza. Acadêmica na Academia de Letras de Teófilo Ottoni – MG, tendo uma cadeira patronímica em seu nome... Em 2015, recebeu, no dia 17 de janeiro, o Prêmio Luso-Brasileiro, de poesias, na ilha da Madeira – Portugal. No dia 28 de fevereiro, do mesmo ano, recebeu da Associação Internacional de Escritores o prêmio de escritora destaque de 2014. Em 2016, no dia 23 de janeiro, recebeu de Portugal, a medalha Luiz Vaz de Camões, por sua contribuição à cultura Lusófona. No dia 27 de fevereiro, recebeu o prêmio de melhor cronista de 2015/2016 da prefeitura de Ouro Preto – MG. – No dia 5 de março de 2016, recebeu da Academia de Letras de Fortaleza, a medalha Raquel de Queiroz, por sua contribuição à cultura. No dia 28 de março de 2016, na Maison Baccarat, em São Paulo, recebeu a comenda de acadêmica imortal da COMBLA – Confederação Brasileira de Letras e Artes. Da mesma confederação, recebeu a comenda de “Comendadora” – Recebeu no dia 28 de maio, em Goiânia-Go, o troféu Cora Coralina da Academia de Letras de Goiás...No memorial de Curitiba, em 6 de agosto de 2016, das mãos do secretário da Cultura, recebeu o troféu, por sua ativa e valorosa contribuição à cultura lusófona. No dia 5 de agosto, recebeu a Medalha Fernando Pessoa, por sua dedicação e liberdade de expressão e de efetividade em benefício da sociedade lusófona... Em 2017, no mês de março no dia 27, em Portugal, foi empossada como acadêmica, no Núcleo de Letras de Lisboa... Em 2017, no dia 14 de maio, recebeu a comenda Conde Cheverny, no Castelo de Gheverny, na frança. No dia 23, do mesmo mês, ingressou no Núcleo Europeu de Literatura... No dia 14 de julho, em Florianópolis-SC, recebeu o prêmio de melhor livro do ano de 2017. No mesmo dia e ano, na Assembleia Legislativa de Florianópolis, recebeu a comenda por sua contribuição à cultura... No dia 25 de setembro, na ALAV – Academia de letras de Valparaiso-Chile, recebeu, dessa Academia, a comenda de Embaixadora Cultural. Academia, da qual faz parte como acadêmica imortal, e, agora, como Embaixadora... Ingressou no dia 6 de abril de 2018, no núcleo de Letras de Buenos Aires (Argentina) Reside em Londrina-PR, chamada de Pequena Londres. Sempre fui apaixonada pela música. Sou musicista,fui professora de música classica e canto erudito, com especialização em órgão. Por longos anos cantei, toquei e encaminhei muitos no campo da musica. Agora dedilho as canções da alma, nas teclas do computador. Escrever, para mim,é a necessidade de transbordar a alma de sentimentos, que nos obrigam a repartir com todos esses sentimentos que vem da alma. Agora dedilho as canções da alma, nas teclas do computador, transformando-as em palavras escritas e não tocadas ou cantadas. Bendito aquele que semeia livros, livros a mão cheia! E obriga o povo a pensar. (versos de Olavo Bilac) Descendente de franceses, a escritora nasceu em São Paulo, Capital, onde viveu sua infância e juventude. Seu avô José Baccarat, foi delegado e prefeito de Santos (SP), na década de 1940. Formada em Música pelo conservatório estadual de São Paulo (USP). Foi professora de música clássica e canto erudito, com especialização em órgão pela Universidade Columbia-New York. É afiliada a REBRA-Rede de escritoras brasileiras e membro da ALG –academia de letras de Goiás. Recebeu, no dia 17 de Janeiro de 2015, o prêmio Luso Brasileiro, de poesias, na Ilha da Madeira-Portugal. É acadêmica imortal da academia de Ciências, Letras e Artes de Vitória-Es, tendo uma das cadeiras patronímicas em seu nome. É, também, acadêmica da ALAF – Academia de Letras de Fortaleza. No dia 28 de fevereiro de 2015, recebeu da Associação Internacional de Escritores, o prêmio de escritora destaque de 2014. É acadêmica na Academia de Letras, Música e Artes de Salvador –BA. Acadêmica fundadora da Academia Mineira de Belas Artes (MG).Recebeu no dia 23 de Janeiro de 2016, da Associação Internacional de Escritores, a medalha Luiz Vaz de Camões, por sua contribuição à cultura.No dia 27 de fevereiro de 2016, recebeu o prêmio de melhor cronista de 2015/2016 da prefeitura de Ouro Preto (MG). No dia 5 de março de 2016, recebeu da Academia de Letras de Fortaleza, a medalha Raquel de Queiroz, por sua contribuição à cultura. Recebeu, no dia 28 de Março, de 2016, na Maison Baccarat, em São Paulo, a comenda de acadêmica imortal da COMBLA- Confederação Brasileira de Letras e Artes- da mesma Confederação Brasileira de Letras e Artes, recebeu a comenda de “Comendadora”. Recebeu no dia 28 de Maio de 2016 em Goiânia, o troféu Cora Coralina da Academia de Letras de Goiás. No dia 25 de junho de 2016, foi empossada como acadêmica na Academia de Letras de Teófilo Otoni-MG. No Memorial de Curitiba, em 06 de agosto de 2016, das mãos do secretário de Cultura, recebeu o troféu “Melhores do Ano”, por sua ativa e valorosa contribuição à cultura lusófona. No dia 5 de agosto de 2016, recebeu a medalha Fernando Pessoa por sua dedicação e liberdade de expressão e de efetividade em benefício da sociedade lusófona. Ingressou no Nucreo de Artes e Letras de Lisboa em 21 de janeiro de 2017.No dia 23 de Maio de 2017, no Val De Loire, no castelo de Cheverny, recebeu a comenda conde de Cheverny na França - No dia 23 de Julho de 2017 em Florianópolis-Santa Catarina - recebeu o prêmio de melhor livro do ano de 2017 "É Mais Ou Menos Assim". Pertence à Academia de Letras de Valparaiso-Chile. E, no dia 27 de Setembro de 2017 recebeu da Academia do Chile em Valparaíso a comenda de Embaixadora Cultural. Reside em Londrina-PR, chamada de pequena Londres. Livros já lançados – Com o Coração Aberto – Pelos Caminhos do Viver – Colorindo a Vida – Escalando Montanhas – Atravessando Pontes – Alamedas do Coração – Em Busca dos Sonhos – Andanças Pela Vida – Viajando nas Lembranças - Vivas Emoções – Encantos Da Vida – A Beleza da Felicidade – Musicalidade Colorida – Pérolas Cultivadas - Sempre Amor É mais ou menos Assim - O Eu de Nós - Corre como um rio - Há um Sempre no Caminho... E na editora, já sendo diagramado, mais quatro livros: - Sempre fui apaixonada pela música. Sou musicista,fui professora de música classica e canto erudito, com especialização em órgão. Por longos anos cantei, toquei e encaminhei muitos no campo da musica. Agora dedilho as canções da alma, nas teclas do computador. Escrever, para mim,é a necessidade de transbordar a alma de sentimentos, que nos obrigam a repartir com todos esses sentimentos que vem da alma. Agora dedilho as canções da alma, nas teclas do computador, transformando-as em palavras escritas e não tocadas ou cantadas.  

"Bendito aquele que semeia livros, livros à mão cheia! E obriga o povo a pensar."
  (versos de Olavo Bilac)
http://www.rebra.org/escritora ptbr.php?id=1843