MAUREM KAYNA
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Foi ali pelos seis ou sete anos, ao menos segundo indica a memória, que começou meu envolvimento com livros. Não havia melhor presente de aniversário que a possibilidade de multiplicar a vida nas páginas cheias de lendas ou fábulas. Na escola, o lugar mais frequentado (ou frequentado com mais satisfação) era a biblioteca (e, eventualmente o SOE, já que disciplina não era meu melhor atributo). 

O cenário destas sagas foi Santa Maria da Boca do Monte (mesmo tentando não ser bairrista, sou gaúcha, tchê!). Depois dos arremedos de diário, nos tempos da adolescência, ficou o hábito, ainda sem nenhuma pretensão, de escrever. Aos poucos o umbiguismo foi sendo deixado de lado e algo que poderia ser nomeado ficção começou a surgir. Bem mais tarde, quando os computadores se tornaram coisa corriqueira, descobri que o teclado era mais compatível com o ritmo do pensamento do que o manejo da caneta. 

Já morando em Guaíba e descobrindo as múltiplas teias da web, comecei a divulgar alguns textos (muito toscos, aliás) em sites de literatura.  

As passagens por oficinas literárias em Porto Alegre deixaram como saldo positivo o exercício da autocrítica e de alguma disciplina, além da certeza de que a única escola possível para um escritor é a leitura, e que trabalho árduo e revisões incansáveis são coisa indispensável. 

O fato de ter ficado entre os finalistas do Prêmio Sesc de Literatura 2009 foi o empurrão que faltava para enfrentar a aventura da autopublicação - em 2010, com a força da Simplíssimo, a mesma coletânea que participou do concurso do SESC foi publicada em e-book e está à venda na Amazon, Livraria Cultura,  Saraiva e no meu website.

Ultimamente tenho me concentrado em entender as possibilidades e peculiaridades do e-book, discutindo o tema e aprendendo com outras pessoas com interesse similar, o que me levou a contribuir esporadicamente com o site Revolução E-book e participar ativamente do blog EbooBR, além de ter ganhado, recentemente, um espaço bimestral no Portal Artistas Gaúchos.