KARINA ORSINI MARTINELLI
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Quando você não pensa em mim, não existo. 
Quando eu não penso em você, logo não existe. 
Quando eu penso em mim, talvez eu possa existir. Porque quando não estou presente, não existe memória, nada que me torne real para as pessoas que estão sempre presentes na minha vida mesmo que só nas lembranças. que talvez existam. 

 30 anos, repleta de trilhas sonoras, percepções, divergências e prioridades. Tudo tão prático que parece até transtorno obsessivo compulsivo (TOC). Toc para isso e toc para aquilo. 

Participei da coletânea Palavras de Amor. Escrevi como crítica para a Revista In Jundiaí e lancei o livro NÃO ERA PRIMEIRO DE ABRIL - O diário de uma ex-paciente. 

Estou correndo enlouquecida para realizar o que parecia distante. O impossível eu já consegui quando venci a doença... Os limites superaram. Plantei minha árvore. Substitui a parte do "ter um filho", por ter cachorros. Agora é só correr mesmo que o tal do distante fica logo ali; se eu consigo enxergar, quer dizer que nada fica tão longe. 

Outros três projetos estão esperando a hora certa e o relógio parece que vai despertar em breve. Então é isso. Um vício enorme: vida. 

Para que: lembre, logo existo!