MARIA DE JESUS FORTUNA LIMA
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA



Quem sou eu

Nasci em São Luís, Capital do Estado do Maranhão.
Escolhi Serviço Social como profissão. Trabalhei por trinta anos em postos, ambulatórios e hospitais de atendimento médico, centros sociais como o SESC (Serviço Social do Comércio) com recreação e teatro infantil.
Cursei Teatro da Cruz Vermelha, em Belo Horizonte.
Após diversos cursos de dança contemporânea, monitorei grupos de leitura e expressão corporal e consciência através do movimento. Fui aluna de Angel Vianna e Marilene Martins e outras figuras importantes no cenário da dança.
Fiz curso de desenho, pintura e modelagem na Escola de Artes Guignard e no INAP (Instituto Nacional de Artes e Projetos), em Belo Horizonte. Atualmente, frequento a EAV (Escola de Artes Visuais), no Parque Lage, no Rio de Janeiro, onde faço aulas de desenho e pintura desde 2010.
Com toda esta incursão no mundo das artes, descobri que não podia viver longe desse cenário. A literatura havia brotado cedo. Desde menina, sou fascinada pela palavra.
A partir de 2001, senti o despertar da escritora em mim. Ingressei na REBRA, onde recebi incentivo e divulgação do meu trabalho e resgatei alguns textos que foram escritos no desenrolar da minha existência, aos quais não dei muito valor na época em que foram produzidos. Recomecei a escrever poesias, crônicas e livros infanto-juvenis.
Publiquei cinco obras infanto-juvenis, ao longo dos últimos anos: O menino do velocípede,  A incrível estória de amor de Mimo e Dedé , ilustrados pela autora, ambos esgotados. O anjinho que queria ser gente, que está na 2ª edição e O pardalzinho desconfiado, com ilustrações de Josias Marinho. Os dois últimos pela Mazza Edições de Belo Horizonte. Em 2008, foi lançada em Portugal outra obra de minha autoria por essa Editora: A sementinha que não queria brotar, com ilustrações de Regina Miranda. Este livro foi adotado pela Prefeitura de Belo Horizonte para as crianças da rede escolar.
Participei de duas Antologias a convite da Editora Rosane Zanini: "A cidade em nós" - em três línguas (2010)," Um dia em minha cidade"(2012). Ambas com crônica. Neste último ano, participei da Antologia: "L´indiscutable talento des Écrivaines Brésiliennes" pela REBRA, com poesia.



--