DAISY SALGADO
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Nasci na cidade de Santos, SP. Logo no primeiro ano de vida fui morar no Rio de Janeiro, onde meu pai começou a trabalhar na Petrobrás. Sindicalista reeleito foi cassado em 1964 o que levou nossa família a fugir do regime militar durante longos anos. Essa aventura, e meu ponto de vista político estão no livro "Os Inimigos da Nação",

Minha vida acadêmica era mudando de escola em na tentativa de nos mantermos escondidos do regime militar. Meu pai dava educação comunista voltada para o intelecto, diferente das pessoas "normais" da sociedade. Concluí o primeiro e segundo grau na cidade onde nasci com grande gosto pelos estudos.

Em 1979 entrei na faculdade de Direito em São Paulo, FMU. Com o passar dos meses concluí que não concordava com a metodologia de ensino, muito menos com a constituição ultrapassada e nem tão pouco com os moldes ultracapitalistas de “emburrecimento” adotados pela universidade que cursava. Tudo isso me desanimou totalmente. Em Julho de 1980 larguei a faculdade.

Sem saber qual profissão escolher, no mesmo ano, resolvi cursar Biologia no sul de Minas, na ESACMA em Machado, pois era agora onde minha família estava. Novamente a decepção tomou conta de mim. Mais do que a metodologia, a didática de ensino me deixaram revoltada. Eu já sabia que o ensino era pobre, afinal era estudante há muitos anos. Saber que nada mudaria, me deixou frustrada.

Em 1982 desisti de fazer Biologia porque achei que na Agronomia me sentiria mais útil. Seria uma médica de plantas. Mudei apenas de curso e continuei na mesma universidade.

O fim de meu casamento aconteceu no início do último ano do curso, em 1985 e então parti novamente ao encalço de meus pais e transferi a Faculdade de Agronomia para Passo Fundo - RS. Embora estivesse no último ano em Minas, voltei para o segundo ano porque solo, clima, culturas, pragas eram completamente diferentes nos dois lugares. Mas a nova faculdade, por ser de nível superior, deixou-me estupefata ao esclarecer que: segundo a política agronômica adotada pelo governo eu seria sim uma assassina de plantas e do meio ambiente tamanho a falta de discernimento da grande massa de profissionais do país na área. Agrônomos e fazendeiros com a desculpa de um pseudoprogresso seguem a destruir todo o planeta e envenenar o corpo humano. Larguei a faculdade.

Reatei meu casamento. Minha mãe morreu e tive a segunda filha, dediquei-me então à vida no lar. Apesar de muito cética, devido à educação comunista, transformei-me numa pessoa essencialmente espiritualista após a morte da minha mãe. Na busca sobre a morte estudei de forma autodidata, o espiritismo em todas as suas facetas. Escrevi então um livro que chamo de: "Adivinhe se Puder - pequeno manual do conhecimento anímico através das cartas ciganas", no qual tento desmistificar o jogo de adivinhação e apresentar uma nova forma de utilização para o baralho cigano.

Durante os anos em que morei em Petrópolis no Rio de Janeiro 1988-1994 fiz vários cursos, desde datilografia, passando por depilação (com o que trabalhei durante algum tempo para engordar a renda da família, além de trabalhar como vendedora), Cura Natural, Cura com Cristais e Ligth Touch além de massagem antiestresse e equilíbrio de Chakras. Tambem complementei meu segundo grau me formando em Magistério através do Projeto Crescer, uma iniciativa do governo do Rio de Janeiro.

Após a morte de meu pai em 1994 separei-me novamente e vim residir em Brasília, onde exerço várias funções, entra elas a de técnico de laboratório. As minhas inspirações adoram aparecer enquanto faço o serviço doméstico, aquele que nunca acaba, e portanto, acho que elas nunca mais vão acabar também. Paro tudo o que estou fazendo, sento no computador e escrevo. Escrevi uma pequena aventura intitulada “A organização Anticap”.

Na minha mente não param de salpicar idéias, então pretendo ainda estudar Letras para conseguir me expressar cada vez melhor. Tenho mais nove títulos sobre os quais gostaria de escrever nos próximos anos: Gêmeos, A Madrasta, Trance, Teosofia para Despertar e etc...Então, é só começar...