MONICA DE CAMARGO COUTINHO
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Monica de Camargo Coutinho nasceu no dia 20 de julho, numa linda manhã ensolarada, em Lagoa Santa, Minas Gerais. Antes de completar 2 anos seus pais, Jesualdo Soares Camargo e Eurídice J. Ferreira foram de mudança para Itabira, terra do poeta maior Carlos Drummond de Andrade, que futuramente seria seu patrono literário na Academia Municipalista de Letras de Belo Horizonte. Em Itabira Monica passou parte da sua infância estudando, correndo atrás de borboletas e subindo em árvores, nas horas vagas. Iniciou o gosto pela leitura ao ouvir as histórias que seu avô materno contava, junto ao fogão de lenha, rodeado de netos, na fazenda dele, nos Cauís, interior de Minas, e também as que seu pai, e o irmão Rafael liam para ela, quando ainda não sabia ler. Assim que aprendeu a ler tomou gosto pela leitura, e o primeiro livro que leu foi "O Sítio do Pica-pau Amarelo". Monica ficou tão encantada com a história, que sonhava crescer e escrever bonito que nem Monteiro Lobato. Mas não esperou seu crescimento, tão fascinada estava pelas letras. Aos 8 anos, ainda em Itabira, começou a escrever "Diário de Kika", usando cenas da sua infância para compô-lo. Aos 9 anos de idade, seus pais se mudaram para Belo Horizonte, e sua vida mudou. Aqui aprendeu a andar de bicicleta, patins, patinete, freqüentava o Cine Grátis, instalado todas as semanas, perto do Grupo Escolar D. Pedro II, em frente à sua casa. Comia pipocas e dava boas gargalhadas com as amigas, sentada no chão da pracinha, onde eram exibidos os filmes.
A infância e adolescência de Monica foram e são inesquecíveis. Os "footings" na Praça Raul Soares, os namoricos juvenis, até mesmo os anos passados no colégio interno, onde estudou 3 anos, em Araçuaí, norte de Minas, no Colégio Nazareth, dirigido por freiras holandezas. Dessa época ela se inspirou para escrever o livro "Amor Para Dois", publicado em 1992.
Nesse colégio Monica sentiu novamente, um formigamento literário, e começou a escrever contos, que nunca guardou. E aí, escreveu uma peça teatral, intitulada "A Empregada de Madame", encenada por ela e suas melhores amigas. A peça foi exibida, primeiro, para as internas, e como foi do agrado de todas as freiras, foi feita outra encenação para as alunas externas, seus pais e familiares.
Saindo de férias, em dezembro, quando terminou o primeiro grau não voltou mais, pois conheceu um rapaz chamado José Geraldo Coutinho, por quem se apaixonou, e com aquiescência de seus pais, casaram-se no dia 8 de julho, nas férias do primeiro semestre, do segundo ano, do segundo grau. Seu primeiro filho, Marcus, nasceu em outubro, quase às vésperas de terminar o terceiro ano do segundo grau. Com o nascimento dele Monica adiou por 18 anos, o sonho de cursar uma faculdade de letras. 1 ano e 2 meses depois nasceu o Jacques. 3 anos e meio, mais tarde, chegou o Luiz Cláudio, e 5 anos depois, a caçula Monica Patrícia. Quando essa estava com 7 anos, já mais independente da mãe, Monica fez vestibular com a cara e a coragem, e passou em terceiro lugar.
Na Pontifícia Católica de MG, Monica sentiu novo comichão para a literatura e começou a escrever poesias, participando de várias antologias nacionais. Seu marido, percebendo seu amor pela literatura lhe perguntou por que ela não escrevia um livro só dela. Como? perguntou ela. Editora nenhuma vai publicar o livro de uma desconhecida. Pode escrever, eu banco um livro por ano, mas tem de me prometer que publicará um livro por ano, pois eu gosto do que você escreve. Em 1988 ela iniciou sua verdadeira carreira literária, com o livro MOMENTOS, com poesias, crônicas e contos. E não parou mais.
Mas... e o "Diário de Kika", que começou a escrever aos 8 anos, aonde foi parar? Bem, esse livro esteve guardado dentro de um baú de couro preto, por anos e anos, por seu pai. Antes de morrer, ele o entregou a ela, que em seguida o engavetou. Em 1993, lendo no jornal o regulamento de um concurso infantil, o Prêmio João de Barro, ela quis participar. Mas literatura infantil? Que difícil, nunca escrevera nada para crianças.
O prazo estava se esgotando, sua mente fervilhando. Aí se lembrou do pequeno diário. Pegou o original, digitou o que estava pronto no computador, e o terminou com o mesmo linguajar daquela criança de 8 anos. Tirou as cópias necessárias, mandou-as para a Biblioteca Infantil, e se esqueceu do concurso. Tirou outra cópia e a mandou para uma editora infantil, em Belo Horizonte. Para sua alegria, foi imediatamente aceito pela Formato Editorial, já com o selo João de Barro, pois foi o vencedor do tão cobiçado prêmio.
Além da literatura, Monica tem outras alegrias na vida: seu marido, seus 4 filhos, e os 5 netos: Camila, com quem escreveu "Coração de Adolescente", ela com 13-14 anos. Bianca, sua irmã, com quem escreveu "Futebol de Cachorros", tendo ela 8 anos de idade. Ainda, Marina e Lucas, filhos do Marcus, e Júlia, de 1 ano e 9 meses, filha da Mônica Patrícia. Camila e Bianca são filhas do Jacques.
Monica também é fanática por esportes. Além de assistir a jogos de futebol, vôlei e tênis pela televisão, ela joga tênis 4 vezes por semana, participando de torneios internos e abertos.


CURRÍCULO LITERÁRIO

Bacharel em Letras, pela PUC MG
Membro da Academia Municipalista de Letras, cadeira número 271, tendo como patrono Carlos Drummond de Andrade.
RECONHECIMENTO
Enredo do Programa "Você Decide", da Rede Globo de Televisão, com o conto "Francis", do livro A Vida de Todos Nós, gerou o maior número de telefonemas que o programa já teve desde seu lançamento, no dia 16/10/1997.
Participação na Feira de Livros Infantis de Bolonha, Itália, livro Diário de Kika um das mais importantes feiras de livros infantis, do mundo, em 1998.
Seção de Autógrafos na Feira Panamericana do Livro livros Diário de Kika (Formato Editorial) e Criança Tem Cada Uma! (Edições Paulinas), no Shopping Diamond Mall, Belo Horizonte 1998, batendo o recorde de vendas em feiras de livros.
Seção de Autógrafos na Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, com os livros Diário de Kika, Criança Tem Cada Uma!.. e Coração de Adolescente, 1999.
Seleção para "Cantinho da Leitura" livro Diário de Kika pela Secretaria de Estado da Cultura de Minas Gerais - adotado em todas as escolas municipais de Belo Horizonte, cidades do interior e em outros estados - 1997.
Homenagem no Projeto Mineiros de Hoje. Primeira e única mulher a ser homenageada neste evento que destaca os artistas e escritores mineiros vivos, com direito de exibição de sua obra e biografia, durante um mês (1997).
Adoção e Seção de Autógrafos em Escolas Particulares (1998, 1999, 2.000, 2.001), livro Criança Tem Cada Uma!.. - em Belo Horizonte, com o fato inédito de a autora levar as duas personagens principais para autografar o livro com ela.
Participação em várias feiras colegiais com os livros Diário de Kika, Criança Tem Cada Uma!.. e Coração de Adolescente, em 1999, 2.000 e 2.001, incluindo aí Futebol de Cachorros, publicado em maio, que foi lançado oficialmente no dia 28 de novembro de 2.000, pela Editora Armazém de Idéias. O livro foi escrito em parceria com Bianca Cantoni Coutinho, de 8 anos.
Participação no Projeto Sempre Um Papo, para debate e lançamento do livro Coração de Adolescente, no dia 1 de março, 2000, no Palácio das Artes. E lançamento do mesmo no Centro de Referência do Professor, Secretaria de Educação, dia 6 de junho. Participação e lançamento do livro na Feira de Livro do Colégio Logosófico, no dia 23 de junho, 2.000

OUTROS RECONHECIMENTOS LITERÁRIOS
Prêmio João de Barro (Literatura Infantil) - livro Diário de Kika - um dos mais importantes concursos nacionais, patrocinado pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte - 1993.
X Concurso Permanente de Contos de Jacarezinho, PR conto Bodas de Prata 1995.
Concurso de Contos Cidade de Divinópolis, MG conto Viva o Amor! 1996
Concurso Peregrino Júnior da União Brasileira de Escritores, RJ livro Divagações, categoria Inédito 1998, já publicado.
Concurso de Literatura da Academia de Letras e Ciências de São Lourenço, MG, com os livros: Por Todos os Caminhos (categoria contos) e Criança Tem Cada Uma! (categoria Infantil) 1997.
Diploma de Honra ao Mérito pelo conjunto de obras publicadas, pela Academia de Letras e Ciências de São Lourenço 1998.
Concurso Nacional Cidade de Belo Horizonte livro inédito Coração Inoxidável (categoria Conto) 1998.
Concurso de Contos do Estado do Paraná, com o conto Ticão, 1999.
Concurso Lima Barreto, pela União Brasileira de Escritores, RJ - livro Coração de Adolescente 2.000, escrito em parceria com Camila Cantoni Coutinho, aos 14 anos.
Concurso Nacional de Contos do Paraná, com o conto Túnel do Tempo, em 2.000.
Concurso Alfredo Marques de Góis, com o conto Homero Brasileiro 2.000, pela Academia Municipalista de Letras de MG, publicado em coletânea com outros contos premiados.
Concurso Adolfo Aizen, literatura infantil, com o livro inédito O Apanhador de Bolinhas. 2001.
Participação na Feira Mineira do Livro, em 2.001 por 4 editoras: Formato (Diário de Kika), Ed. Paulinas (Criança Tem Cada Uma!..), Alis (Coração de Adolescente), Armazém de Idéias (Futebol de Cachorros) - os 3 primeiros já são premiados (2.000).
Participação no Retrato Falado, quadro do programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão, protagonizado por Denise Fraga, no dia 15 de julho de 2.001, com o tema "Toda Donzela Tem Um Pai que é Uma Fera".
Sempre é convidada pelo SESC (MG) para conversar com as crianças, sobre seus livros infantis.
Agraciada com o Prêmio Alfredo Marques de Góis, com o conto "O Espírito", em junho de 2.002, pela Academia Municipalista de Letras.
22 Obras em Várias Categorias


Momentos (Poesias e Crônicas) - 1988
Portas Abertas (Poesias e Contos) - 1989
Pedaços de Vida (Contos e Diário) - 1990 - premiado
Amor Para Dois (romance) - 1991
Almas em Desfile (Contos) - 1992
Loucos e Varridos (Contos) - 1993
Pensamentos Deturpados (Paródia) 1994
A Vida de Todos Nós (Contos) - 1994
Os Momentos Continuam (Coletânea Poética) - 1994
Impressões de Aprendiz (Contos) - 1995
Acredite se Quiser (Contos) - 1995
Por Todos os Caminhos (Contos) - 1996
Diário de Kika (Infantil) 1997 Prêmio João de Barro, 1993
Criança Tem Cada Uma! (Infantil) 1998 - premiado
Divagações (Contos) 1999 - premiado
De Bobagem Também se Vive (Variedades Cômicas) - 1999
As Aventuras de Uma Pequena Órfã (Infantil) - 1999
Coração de Adolescente (romance) 1999 - premiado
Futebol de Cachorros (infantil) 2.000
Álbum de Família - 2.001
Loucos e Varridos (contos) 2.001
O Pequeno Mundo de Kika (Infantil) 2.001
Memórias do Inferno (juvenil) 2.002 - lançado em 13 de agosto, na Terceira Feira do Livro, na Serraria Souza Pinto.

Inéditos

O Gato Sem Botas (infantil) 1996
Raízes do Passado (Romance) -1997
Coquetel de Pensamentos (variedades) - 1998
Coração Inoxidável (conto) - 1998 (Prêmio Cidade de Belo Horizonte)
Mensagens a Deus (pedidos de crianças) 1999
O Que as Crianças Pensam e Dizem - infantil (1999)
O Apanhador de Bolinhas (infanto-juvenil) (2.000)
Variedades Cômicas - (2.000)
Piadas de Salão - (2.000)
O Ninho do Passarinho (infantil) 2.001
A Formiga Resgate (infantil) 2.001
Para Refletir 2.001
Entre Dois Amores - (2.001)

Livros em andamento:

Miscelânea
Traição
Viva o Amor! ( todos de contos).
Como Tratar um Filho Adotivo
Loucos e Varridos - volume 2