ROSALE DE MATTOS SOUZA
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Nasci em 17.04.1960, natural de Engro Paulo de Frontin, na região serrana do Centro Sul Fluminense ,(antiga Vila de Rodeio - de cerca de 1832, foi Distrito de Vassouras, porém emancipou-se em 1963) - região do famoso "Vale do Paraíba", das grandes Fazendas e dos Barões do Café. Quando criança, cresci rodeada pela Mata Atlântica, cercada pelas montanhas porém livre para voar, convivia com o ar puro, com uma fauna e flora ricas - os mais diversos tipos de animais silvestres - grilos, gafanhotos, beija-flôres, e ainda pelas "marias-sem-vergonha" que se alastram pela serra adentro, pelos gerânios, dos lírios do brejo até a uma enorme variedade de orquídeas,bem de acordo com o quarto clima do mundo, segundo o "Guiness". Como não ceder aos encantos de um quadro que na minha imaginação de criança parecia pintado a óleo, mas que no fundo era somente a mais pura realidade. Dando asas à uma narrativa mais lírica, eu teria mais a falar da minha cidade natal, de como a literatura e a poesia nasceram em mim desde a mais tenra idade, pois aos oito anos eu já gostava de ler as poesias de Gonçalves Dias, as Antologias de Poetas Brasileiros e Estrangeiros. Cabe destacar a influência que meu pai, o boticário da cidade, exerceu no gosto pela literatura, pois até hoje guardo a herança que ele me deixou - o gosto pela leitura e pelos bons livros - tendo em casa os grandes clássicos - de Eça de Queiroz a Júlio Verne, de Machado de Assis a obra "A Carne " de Júlio Ribeiro - que por sinal escandalizou os costumes de uma época.

Jornalista, cronista , poeta, arquivologista, professora e quase uma cientista da informação. Não posso deixar de mencionar como o meu trabalho de jornalista, e como profissional da informação, questionadora da realidade, ligada a arquivo histórico, à memória, e à identidade cultural influenciam o que escrevo. Foi uma grande experiência ter trabalhado em museu, participado de estágios no Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro, no Arquivo Nacional do Brasil, e hoje trabalhar num setor de arquivo histórico de uma universidade federal. Estou me aprimorando, e fiz uma especialização em "Arranjo, Descrição e Pesquisa em Arquivos Públicos" na UNIVERSIDADE DO RIO DE JANEIRO - UNI-RIO, no período de 1986 a 88. Passei no concurso do MEC em 94, morei em Brasília dois anos e meio, fazendo um incursão como professora universitária na UnB em 1995.

Atualmente, sou mestranda do programa de Pós-Graduação do convênio Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola de Comunicação, e Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - UFRJ/ECO/IBICT. Espero com esta pós-graduação estar mais afinada com as novas tecnologias da informação, com as redes e sistemas de comunicação, entendendo melhor o desenvolvimento das tecnologias da inteligência, tais como a escrita, a imprensa, a era digital - acompanhando a aventura cognitiva da sociedade contemporânea.

No processo da minha vida houve sempre o interesse pelos caminhos da "experiência sensível", numa especulação filosófica da existência, estabelecendo o casamento entre a História e a literatura, contudo tendo as "artes" como princípio básico.