ARTURITA TEIXEIRA PINTO
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Natural de São Paulo, Capital, ( nasceu em 19 de Julho de 1931 ), filha do engenheiro Arthur de Carvalho Sá e de Lenira Guarnieri de Sá. Casou-se em 1956 com o advogado Carlos Alberto Teixeira Pinto, teve dois filhos: Carlos Teixeira Pinto Neto e Fernanda Teixeira Pinto. Residiu na Capital durante quase toda sua vida, mudando-se para o interior, Rio Claro, berço de seu pai, quando casou os filhos, em 1986. Arturita Teixeira Pinto é estilista aposentada, tendo dedicado muitos anos à arte em suas mais variadas expressões. Artista plástica com trabalhos já expostos e premiados em salões oficiais e em exposições coletivas e individuais, primeiramente como artista acadêmica e atualmente como artista moderna e contemporânea. Na área literária, possui já editadas algumas obras. Dia 17 de Dezembro de 1998 marcou o lançamento simultâneo de dois livros de poesias " Penas Apenas" e " Apenas Vida", trabalhos esses que inscritos no X Concurso Nacional de Obras Publicadas da ALECI - SL - MG, receberam ambos o 1o e o 2o lugares no referido concurso, tendo sido convidada a ingressar na Academia de Letras e Ciências de São Lourenço MG. Autodidata, escreve suas poesias desde 1986, mas somente em 1998 tornou público seu trabalho que vem sendo muito bem aceito e muitas vezes premiado em concursos pelo Brasil e até mesmo em concursos internacionais. Escreve atualmente crônicas, contos, poesias e trovas tendo recebido um prêmio pela melhor trova inscrita no Concurso Internacional de Troavas/99, da UBT de São Paulo. Tem trabalhos publicados em diversas antologias em São Paulo e em outros estados. Descende de uma família de artistas; músico compositor e maestro como Camargo Guarnieri, seu tio, escritores como Rossine Camargo Guarnieri e Rozina Guarnieri Marques, Alice Camargo Guarnieri poetisa e Maria Cecília, artista plástica. No próximo mês de Março, dia 18 será lançado seu terceiro livro intitulado "OUTONO... PRINCÍPIO OU FIM? ". Pertence atualmente a diversas agremiações: CLIRC, Centro Literário de Rio Claro, onde reside, ao N'ARTE, Núcleo de Artistas Plásticos de Rio Claro, ao Clube dos Escritores Piracicaba, ocupando a cadeira 124, e agora à REBRA, Rede de Escritoras Brasileiras.