GRAÇA GRAÚNA
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Graça Graúna é o pseudônimo de Maria das Graças Ferreira. Escritora, potiguar de São José do Campestre (RN). 
Verbete na Enciclopédia de  Literatura Brasileira (org. Afranio Coutinho), São Paulo: Global, 2001 e no Dicionário Crítico de Escritoras Brasileiras - 1711-2001 (org. Nelly Novaes Coelho), São Paulo: Escrituras, 2002.

Formada em Letras pela UFPE, a autora defendeu dissertação de Mestrado sobre mitos indígenas na literatura infantil brasileira, em 1991. No ano de 2003, defendeu tese de Doutorado sobre literatura indígena contemporânea no Brasil.  
Professora adjunta em Literaturas de Língua Potuguesa e Cultura Brasileira na Universidade de Pernambuco - UPE - Campus Garanhuns, onde coordena o Núcleo de Estudos Comparados em Literaturas de Língua Portugesa - NESC; o Projeto de Capacitação em Literatura e Direitos Humanos, junto ao MEC/SEACD/UPE e o Curso de Especialização para Professores Indígenas, da UPE em parceria com a Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco.
Colaborou em jornais e revistas do Brasil e do exterior, entre eles: o Arte e Palavra (Sergipe), Suplemento Literário do Minas (BH) e o Jornal de Letras (Lisboa). 

 Graça Graúna vê em Rilke, Florbela, Oswald de Andrade, Bandeira, Joaquim Cardoso, Drummond e Garcia Lorca, entre outros, as maiores expressões poéticas do nosso tempo.