ESTHER PROENÇA SOARES
PORTUGUÊS
TEXTOS
 
TEXTO

Poesia, bênção da Vida que nasce verdade no abismo da alma semente Poeta não mente se finge que é dor a dor que não sente Descasca feridas arrasta emoções trafega nas veias procura saídas deságua nos olhos deságua na boca se materializa na ponta dos dedos. Tanto sentimento nasce verdade no abismo da alma semente Veste palavras nasce poesia renasce poema.