CL┴UDIA ALMEIDA
PORTUGUÊS
TEXTOS
 
TEXTO

Decifrar

 

 Quando olhares para mim pela primeira vez,

Não desvie o olhar,

De nada adiantará, eu já marquei a tua alma,

É só uma questão de tempo, para eu marcar o teu corpo,

O olhar tem dessas coisas, ele nos hipnotiza, nos desnorteia, nos desestabiliza,

E por fim nos embriaga , feito cana destilada.

 

Não desvie o olhar,

De nada adianta mais,

Eu já marquei o teu corpo,

Já penetrei  em todo o teu ser,

Não desvie o olhar,

 

E se quiseres  saber,

Não adianta nem  tentar  me decifrar,

Os olhares são tão misteriosos, quanto a necessidade de amar.

 

 Cláudia  Almeida

 

 

OBS: TEXTO INÉDITO